24 fevereiro, 2007

O Deserto



O deserto. Lugar de escuta, de confronto… de renascimento. Aí, pasmados diante do silêncio, deixamos que a Palavra fale mais alto e nos convide à contemplação.
Silêncio… não para estar simplesmente calado, mas para escutar Deus que fala.

O barulho da cidade não nos deixa escutar a Palavra que Deus tem para nós.
Silenciar para ouvir, contemplar, sentir, partilhar, viver…, pensar em silêncio e ver o silêncio como um espaço de ternura de dadiva.
Saber que há tempo para falar e tempo para calar.



«Tudo tem o seu tempo.
Para tudo há um momento
e um tempo para cada coisa
que se deseja debaixo do céu:
tempo para nascer
e tempo para morrer,
tempo para plantar
e tempo para arrancar
o que se plantou,
tempo para matar
e tempo para curar,
tempo para destruir
e tempo para edificar,
tempo para chorar
e tempo para rir,
tempo para se lamentar
e tempo para dançar,
tempo para atirar pedras
e tempo para as ajuntar,
tempo para abraçar
e tempo para evitar o abraço,
tempo para procurar
e tempo para perder,
tempo para guardar
e tempo para atirar fora,
tempo para rasgar
e tempo para coser,
tempo para calar
e tempo para falar,
tempo para amar
e tempo para odiar,
tempo para guerra
e tempo para paz.»


(Ecl 3,1-8)

20 fevereiro, 2007

Renascer



Há momentos onde o cansaço excede
a esperança de estar em paz.

Há momentos onde a tristeza alcança
a doce alegria que nos acompanha.

Há momentos onde somos obrigados a dar limites,
quando na realidade gostaríamos de seguir livre
pelos caminhos que escolhemos.

Há momentos onde falar mais alto
parece ser mais importante que calarmos
na doçura do silêncio e da compreensão.

A paz não é vazia,
anterior a ela existe um longo aprendizado,
por isto a necessidade de tantos momentos vividos...


Dá alívio saber nada é para sempre.
Dá alegria saber que tudo é possível de mudanças.

Dá tranquilidade saber que podemos aprender
e reaprender,lapidando dia a dia a pedra bruta
que oculta o diamante que trazemos dentro de nós .

Renascer a cada momento,
eis a fonte de onde brota o conhecimento tão necessário
para que possamos seguir cada vez mais confiantes e serenos...


(Autor desconhecido)

16 fevereiro, 2007

Dá-lhes só o teu coração



Não permitas que alguém
se aproxime de ti
e não parta melhor e mais contente.

Que a bondade de Deus
brilhe no teu rosto e nos teus olhos,
no teu sorriso,
na tua saudação.

Às crianças, aos pobres,
a todos os que sofrem
no corpo ou no espírito,
oferece sempre um gomo de alegria.

Não lhes dês os teus cuidados:
dá-lhes só o teu coração.


Madre Teresa de Calcutá

14 fevereiro, 2007

Aprender a repartir



Bom Pai,
Pai de todos,
Deus da Vida.

Ofereceste-nos a criação
para que possamos viver
com dignidade
e sem sobressaltos.

Deste-nos tudo para todos
para que aprendamos
o dom de partilhar,
à Tua imagem e semelhança
que até nos deste o teu Filho.

Custa-nos repartir, Senhor
gostamos de ter sempre mais
e fechamos o coração

O que nos sobra a outro falta,
Porque guardamos
o que pertence ao outro.

Perdoa-nos Senhor
e ensina-nos a partilhar,
para chegar a todos.

adap. Marcelo A.Murúa

13 fevereiro, 2007

Síntese da felicidade...


Síntese da felicidade... (Carlos Drumond de Andrade)


Desejo a você...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua Cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não Ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

10 fevereiro, 2007

Bem-aventuranças



Bem-aventurados os que compreendem seu papel no mundo,
estes serão confiáveis.

Bem-aventurados os que se compadecem da miséria do próximo,
estes serão sempre os primeiros a fazer alguma coisa para auxiliar.


Bem-aventurados os otimistas,
esses continuarão sempre firmes em seus propósitos de servir ao "bem".


Bem-aventurados os que estudam,
esses eliminarão a cegueira do analfabetismo e a fé cega.


Bem-aventurados os que sofrem por amor,
esses aprenderão o valor de amar sempre sobre todas as coisas.


Bem-aventurados os que se amam,
esses amarão o seu próximo como a si mesmo.


Bem-aventurados os trabalhadores que bendizem seu trabalho,
esses terão ocupação sempre.


Bem-aventurados os que tem sede de justiça divina,
esses serão sempre saciados.


Bem-aventurados os que tem olhos para ver e ouvidos para ouvir,
os que questionam, os que duvidam, os que perguntam,
esses não serão enganados e não negarão a Deus.


Bem-aventurados os que não viram e acreditaram.
Não ouviram mas aprenderam a lição.
Não sentiram, mas trazem em seus corações a marca do amor.

Bem-aventurados os que crêem no amor de Deus por seus filhos,
esses nunca se sentirão abandonados,
tudo podem e tudo superam.

Bem-aventurados os que recebem o chamado ao trabalho
na Seara do Amor e não se recusam,
não colocam obstáculos: trabalham;
esses encontrarão a paz.

Bem-aventurados os que trabalham em favor do bem coletivo,
seja em que área for, seja em que parte do Planeta for,
seja de que religião for,
esses verão a Deus.

Bem-aventurado é você,
que luta, que cai e se levanta, sofre e ama, sonha e realiza,
chora e ri, estende a mão e apóia,
que vive cada dia como se fosse o seu dia especial.

Bem-aventurado você que entendeu que é necessário
lutar sempre para amar-se,
que aprendeu a repartir e tem consciência do seu papel no Universo.

Você será feliz!
Eu te desejo nesse dia a Luz do Pai mais amoroso do Universo,
daquele que nunca nos abandona,
daquele que nos chama todos os dias para a Vida Plena.

Vida de Paz, Amor, Verdade, Ação Correta e Não-violência.
A Vida de Todos como Um Só.


( autor desconhecido)

06 fevereiro, 2007

Tu não me vês, mas...



Tu não me vês, mas...
Sou aquele que caminha contigo,
Quando perdes a esperanças de viver...
Que embala teu sono, quando em desânimo,
Entrega-te a devaneios.
Sou aquele teu companheiro amigo
Que te faz rir sem motivo aparente...
Quando sentes um perfume de flor,
Aí estou a te ofertar uma rosa...
Solícito, nunca te deixo só,
Eu sou a tua parte infantil.
A tua parte inocente que
Trazes em tua existência.
Sou eu quem te serve desde o amanhecer,
Até ao anoitecer.
Eu sou o teu amigo,
teu Anjo Protetor.

03 fevereiro, 2007

Vida


Qualquer um pode carregar o seu fardo, embora pesado, até anoitecer.

Qualquer um pode fazer seu trabalho, embora árduo, por um dia.

Qualquer um pode viver mansamente, pacientemente, amistosamente, até que o Sol se ponha.

E isso é o que realmente a vida requer.

(Stevenson, escritor britânico)

01 fevereiro, 2007

O saber não ocupa lugar



"Aquele que sabe e sabe que sabe

é sábio - segue-o

Aquele que sabe e não sabe que sabe

está a dormir - acorda-o

Aquele que não sabe e não sabe que não sabe

é um idiota - enxota-o

Aquele que não sabe e sabe que não sabe

é simples - ensina-o"

- Provérbio Árabe