29 novembro, 2015

Primeiro Domingo ADVENTO


                                                                                                              
Um caminho que se faz
Dando passos para que todo o caminhar seja doação
É um caminho que procuro no meu coração
E deixo que nasça nas minhas mãos
Agora, já, com o amor que abraça o pobre
Vencendo todo o conformismo
Acendendo a lâmpada da misericórdia

22 novembro, 2015

Santa Cecília, Virgem e Mártir


Segundo uma antiga tradição, a Santa pertencia a uma das principais famílias de Roma, que acostumava vestir uma túnica de um tecido muito áspero e que tinha consagrado a Deus sua virgindade. Seus pais a comprometeram em matrimonio com um jovem chamado Valeriano, mas Cecília disse a este que ela tinha feito voto de virgindade e que se ele queria ver o anjo de Deus devia fazer-se cristão. Valeriano foi ensinado pelo Papa Urbano e foi batizado. As histórias antigas dizem que Cecília via seu anjo da guarda.
O prefeito de Roma, Almaquio, tinha proibido sepultar os cadáveres dos cristãos. Mas Valeriano e Tiburcio se dedicaram a sepultar todos os cadáveres de cristãos que encontravam. Por isso foram presos. Levados ante o prefeito, este lhes pediu que declarassem que adoravam Júpiter. Eles defenderam sua fé e morreram mártires. Em seguida a polícia prendeu Cecília e lhe exigiu que renunciasse à religião de Cristo. Ela declarou que preferia a morte que renegar a verdadeira religião. Então foi levada junto a um forno quente para sufocar com os terríveis gases que saíam dali, mas em vez de asfixiar-se ela cantava gozosa (possivelmente por isso a nomearam padroeira dos músicos). Visto que com este martírio não podiam acabar com ela, o cruel Almaquio mandou que lhe cortasse a cabeça. Em 1599 permitiram ao escultor Maderna ver o corpo incorrupto da Santa e ele fabricou uma estátua em mármore dela, que se conserva na igreja da Santa Cecília em Roma.acidigital

21 novembro, 2015

Mãe da misericórdia


Roga por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo! 
Roga por todas as famílias, santa Mãe de Jesus Cristo, para que comecem em sua casa a verdadeira fraternidade cristã! 
Roga pelos filhos e pelos pais, santa Mãe da Igreja, para que imitem os teus exemplos em Nazaré! Roga pelas mães abandonadas, pelas mães sofridas, roga pêlos filhos sem família, pêlos órfãos sem amor! 
Roga pelos pais meeiros, explorados, doentes, desempregados, roga pêlos sem teto, sem pão, sem instrução, sem defesa! 
Roga pelas crianças que não podem nascer, roga pêlos pais que não podem criar seus filhos com decência! São tantas as ameaças contra a família... 
Mostra que és nossa Mãe: 
Pede a Jesus por todos nos! 
Ó, clemente, ó, piedosa, ó, doce Virgem Maria! 
Amem