29 abril, 2007

O Bom Pastor


Salmo 23 (22) O BOM PASTOR


1*Salmo de David.

O SENHOR é meu pastor: nada me falta.

2Em verdes prados me faz descansar

e conduz-me às águas refrescantes.

3Reconforta a minha alma

e guia-me por caminhos rectos, por amor do seu nome.

4Ainda que atravesse vales tenebrosos,

de nenhum mal terei medo

porque Tu estás comigo.

A tua vara e o teu cajado dão-me confiança.

5*Preparas a mesa para mim

à vista dos meus inimigos;

ungiste com óleo a minha cabeça;

a minha taça transbordou.

6Na verdade, a tua bondade e o teu amor

hão-de acompanhar-me todos os dias da minha vida,

e habitarei na casa do SENHOR

para todo o sempre.

19 abril, 2007

Semana das Vocações 22 a 29 de Abril

Oração pelas vocações


Senhor Jesus Cristo, rosto humano
de Deus e Bom Pastor,
Tu enviaste os teus discípulos até
aos confins da terra e dos tempos
Pedindo-lhes que anunciassem
a todos os homens e mulheres
A Boa Nova da Salvação.

Jesus, Palavra do Pai,
Recomendaste-nos que permanecêssemos
unidos a Ti,
Pois sem Ti nada podemos fazer.
Ensina-nos, Senhor, a ouvir a voz do Pai,
Com docilidade de coração.
Ensina-nos a ler com sabedoria os sinais
dos tempos
De modo que as alegrias e esperanças,
Tristezas e angústias dos homens
e mulheres do nosso tempo
Sejam também as nossas.

Cristo, fonte de todo o amor,
Ilumina com a luz da Tua ressurreição
Todos aqueles que chamaste ao sacerdócio,
À vida consagrada e à missão,
De modo que sejam um sinal vivo
Do Evangelho da alegria.
Faz que vivam de tal forma unidos a Ti,
Que as suas vidas sejam para mundo
e para a Igreja
Sinal de comunhão e reconciliação.

Jesus Cristo, Filho de Maria, a Mãe
do Belo Amor,
Toca o coração de muitos jovens,
Para que, na escuta da Tua palavra,
Respondam com um Sim generoso
e confiante
E sejam protagonistas
numa Igreja que vive, celebra
e testemunha o Evangelho
do Serviço e da Comunhão.

14 abril, 2007

Eu te reconheço


Os apóstolos
conheceram-te, Senhor.
Viram-te,
tocaram-te,
acreditaram em ti.

Nós, Senhor,
não escutamos a tua voz,
não te contemplamos,
mas acreditamos em ti!

Porque há sinais
através dos quais podemos
ver o teu amor
e tocar a tua presença.

Há o Evangelho
que nos faz ouvir a tua palavra.

Há a cruz
que traça o teu amor
sobre cada um dos nossos dias.

Há a Eucaristia
onde a tua vida é partilhada.

Há os cristãos
pobres e misericordiosos
humildes e construtores da paz
que anunciam a Boa Nova
aos habitantes da terra.

Há sinais, Senhor,
para aqueles que sabem ver
porque acreditam em ti.

Com todos aqueles
que em ti confiam, te dizemos:

“Senhor, eu te reconheço,
Senhor, eu confio em ti”

11 abril, 2007

Como os discípulos de Emaús


Fica connosco, Senhor,
no caminho,
quando a noite se aproxima,
e o mal nos vigia
para nos estender
as suas armadilhas.
Que a tua presença
nos ilumine, Senhor!

Mostra-nos o caminho, Senhor,
quando o nosso coração
está cego
e passamos ao lado
dos sinais que nos dás
ao longo dos nossos dias!
Vem connosco, Senhor,
e que a tua presença
seja ardente na nossa vida!

07 abril, 2007

Apelo à Vida


Ele vive, aquele que estava morto!

Podemos, de futuro, ver o mundo

com os olhos da vida, e não os da morte.

Viver é ser livre

Viver é amar

Viver é lutar

Viver é acreditar

06 abril, 2007

Os braços da cruz


Cristo na cruz


É a forma de alguém
cujos braços estão abertos,
afastados com a maior largura possível,
a fim de acolher aqueles que querem
aí procurar refúgio, protecção, repouso.



Os braços de Deus
estendidos para nos dar
todo o amor que nele existe.

05 abril, 2007

Um Deus de joelhos


Julgamos que é preciso erguer-se para ser grande.
Jesus ensina-nos: a pessoa é mais "elevada"
quando aceitou,
por amor aos seus irmãos,
ser o mais "baixo".

04 abril, 2007

A força de resistir


...

A resistência do teu Jesus aos sofrimentos
a sua mansidão perante a dureza da injustiça
ensinam-nos o caminho
do abandono à tua vontade,
ó Deus forte.


Como hei-de, hoje, aguentar a violência da vida
patente nas vítimas do poder económico,
da intriga política, do ódio racial,
do fanatismo religioso,
dos desequilíbrios afectivos?

Como hei-de opor-lhe a violência
de um amor pacífico e sereno,
se tu não me sustentas?


A força vitoriosa do amor, patente na cruz,
me faça determinado lutador pelo bem,
resistente a todas as traições.
(ao Deus de todas as manhãs-Carlos A.Moreira Azevedo)

03 abril, 2007

Dai como Jesus!




«Dai como Jesus!»

Durante a sua vida terrena
Jesus acolhia, curava,
Partilhava, perdoava,
Encorajava, aconselhava.
Amou os seus
Que estavam neste mundo.
Amou-os até ao fim.

Deu-lhes tudo.
Partilhou com eles
A última refeição.
Lavou-lhes os pés
Em sinal de humildade
E de amizade.

Deu-lhes o seu corpo
E o seu sangue.

Realizou uma nova aliança
De amor entre Deus
E os homens.